f Adeus, verde.: Março 2016

14 de mar de 2016

Minha amiga...


A verdade, minha amiga, é que o tempo passa, depressa, e sempre muda tudo.
Estamos sendo atropelados pelos anos e seus acontecimentos. Uma hora a felicidade escancarada, no outro dia o medo e uma tristeza, com ou sem um motivo, existindo um fato, ou não existindo. Os anos, os acontecimentos, e seus sentimentos estão nos atropelando, eu sei.
A verdade, minha amiga, é que tudo mudou. Nós mudamos. Trocamos de opinião, temos outro gosto musical, amaduremos algumas ideias, aperfeiçoamos a nossa fé, e o jeito de falar com Deus, a gente se reinventou diversas vezes, eu lembro de todas elas.
A verdade, é que a vida sempre gostou de provar que tem poder, poder de transformar tudo, de nos jogar para o lado que ela acredita ser melhor, a hora que ela bem entender. E a gente entendeu o recado, se transformou junto, e se adaptou aos novos fatos.
A verdade, amiga, é que aprendemos a ser felizes, de todo e qualquer jeito, independente das loucuras dos dias, da rapidez que os meses se desenrolaram. A gente foi muito feliz até aqui.

Não tenho mais medo do calendário, tão pouco da instabilidade da vida, e nem sequer dos golpes duros que vamos ser obrigados a passar. E posso te dizer mais uma verdade?!
Não tenho medo de nada disso, não por ser um cara corajoso, mas, por ter você aqui, minha amiga.
Sinto força, vontade de seguir, fico calmo, e alegre, sempre que percebo que somos pra sempre, amor de alma, irmãos.

Então, vamos sentar, pode ser na mesa de um bar, ou no sofá da tua casa, vamos tomar uma cerveja, ou uma coca cola bem gelada, vamos aquietar a nossa mente, enquanto conversamos e relembramos o que realmente vale a pena lembrar. Vamos sorrir, já que é o que sempre fizemos. E ficar lado a lado, enquanto o tempo passa, depressa, e muda tudo.

Te amo, em todas as vidas.