f Adeus, verde.: No fim das contas

15 de jul de 2014

No fim das contas


Estou muito feliz, e tenho certeza que tu também. Estou tranquilo, e não tenho dúvida que tu também está.



Estamos agora, cada um em seu caminho, fazendo milhões de coisas, coisas únicas, diferentes, e sei bem o quanto a gente gosta do novo, o quanto eu e tu gostamos da vida. A gente não tem sucesso em ser infeliz, não nascemos pra sorrir pouco. Temos a alma grande, o coração na mesma proporção, se não for ainda maior.
Ficamos juntos e inteiros até o momento em que conseguimos ser tudo isso. Uma hora parou de funcionar, travou. O sorriso travou. E isso é inaceitável para duas pessoas que só querem o que vida tem de melhor pra oferecer. Por isso estou aqui. E tu aí. Calados. Vivendo.


Sempre soubemos utilizar do tempo para aliviar as nossas dores, falo "nossas", mas quero me referir a dor individual, de cada um, aquela sentida antes mesmo dos nossos caminhos se cruzarem, aquela que foi obrigada a ir embora, sem a gente ter o ombro, ou o abraço, um do outro. Somos tão jovens, mas já passamos por perdas e provações, daquelas que a gente prefere nem falar em voz alta, ou simplesmente, nem falar.

Estou aqui. E tu está aí. 

O tempo me ajudou a estar aqui. Podendo escrever e pensar com clareza, sobre tudo que experimentamos e dividimos enquanto tínhamos uma relação. Quando o sorriso era solto e a gargalhada garantida. Acreditamos, e apostamos muito (só a gente sabe o quanto) naquele amor, recém nascido, frágil, mas que queríamos tanto.


Hoje, depois desse tempo, só consigo te desejar o melhor, gosto de estar aqui de longe torcendo pela tua felicidade. Vibrando com sinceridade pelas tuas conquistas. Conheço tua trajetória, e arrisco em dizer que conheço a maioria dos teus sonhos. Só consigo ter certeza que tu vai conquistar todos eles. Parabéns por ser quem é. E principalmente por ter embarcado na loucura que é a minha maneira de amar.

Repito... Estou muito feliz. E tenho certeza que tu também.

6 comentários:

  1. Que saudade de ler os seus escritos, Felipe! Saiba que ao ler esse texto, a sua emoção (ou pelo menos parte dela), transbordou para o lado de cá da telinha ... Lindo, lindo, lindo! Beijos

    ResponderExcluir
  2. e isso ai amigo nao some nao, fico feliz por vc estar bem, obrigado por me pro porcionar tantas emoçoes

    ResponderExcluir
  3. Que bom que você veio!!! tava com saudade... Teu texto fala com emoção de algo que viveu e passou, como tudo na vida, mas que deixou aprendizado e carinho. Que bom que você voltou a escrever. Te amo meu filhote.

    ResponderExcluir
  4. "A gente não tem sucesso em ser infeliz, não nascemos pra sorrir pouco."

    Adorei!! =D

    http://www.estrelaminha.com/

    ResponderExcluir
  5. Parabéns é isso mesmo,tem que ser feliz e apostar eu teus sonhos tbm......Não sei,mas lendo percebi p/ quem foi escrito e é realmente assim. Parabéns por ser quem és, verdadeiro nas palavras,tens bom coração,identifico-me em algumas coisas,boraaaa ser feliz que é isso que a vida quer de vc.....Se não deu com a certa pessoa,que venha a pessoa certa ;) Te cuida e fica com Deus.......Boa sorte na vida!!!!! o/o/ Que com certeza essa pessoa tbm vai ser feliz,pq os dois teem bom coração e merecem a felicidade,mesmo que longe!
    Pâm

    ResponderExcluir
  6. Você é um ser humano maravilhoso. Suas palavras revelam a nobreza dos seus sentimentos.
    A humanidade necessita de pessoas como você, pois nessa busca incessante do TER, as pessoas se esquecem de SER. Ser amigo, ser gente, ser amado e amar, a acima de tudo Ser Humano.
    Um abraço e muitas felicidades.

    ResponderExcluir