f Adeus, verde.: O Final

31 de mar de 2014

O Final


Esse texto é pra você que sempre se envolve demais em uma relação, que sempre fica submerso nessa "paixão", é pra você que é intenso demais, que faz de um novo amor sua grande loucura, sua prioridade, sua vida. Esse texto é pra você que ainda acha que um amor e uma cabana é melhor que ganhar na loteria, que acredita que pra ser feliz tem que ter uma pessoa ao lado, para você cuidar, para você amar e se dedicar. Esse texto é pra você que sempre quis viver uma linda história de amor, com começo, meio e de preferência sem fim, um amor daqueles de verdade, que te complete, que te entenda, que esteja do teu lado independente do problema que aparecer, o tipo de amor de cinema, onde o começo é complicado, mas o final é sempre incrível, em cima do altar de alguma igrejinha linda e discreta, no meio de uma tarde ensolarada, com todos que você ama a volta. Esse texto é somente pra você que fantasia um amor, que coloca todas as suas expectativas em cima daquela pessoa que te deu alguma atenção, alguns beijos quentes e alguns momentos de pura alegria. Estou escrevendo pra você que ainda não consegue se colocar em primeiro e em segundo lugar, que mergulha em uma relação como se nunca tivesse visto água antes, que sempre quando está vivendo um amor acaba entregando tudo para seu parceiro, suas pernas, seu tempo, sua atenção, seu dinheiro, sua comida, sua cama, sua alegria, seus planos, seus medos; enfim, absolutamente tudo que a outra pessoa vai pensar duas vezes em te dar, ou que simplesmente não vai conseguir te entregar, por que é diferente de você, por que já conseguiu fazer aquele excelente exercício do "primeiro eu, segundo eu, terceiro eu." 
Se esse texto realmente é pra você, está na hora de mudar. Não, você não precisa deixar de ser você, e nem perder o que tem de melhor, que é justamente essa entrega e essa paixão, que é esse sentimento que invade, que toma conta de tudo, que faz você tirar os pés do chão por alguns instantes, ou por meses. É preciso apenas dosar tudo isso, é preciso ter toda essa paixão primeiro por você mesmo, por suas qualidades, por sua vida e por quem sempre esteve com você de verdade. Aprenda a se priorizar, aprenda a não dividir suas pernas também, aprenda que seu tempo é seu, e que apesar de qualquer paixão você tem a sua própria vida. Aprenda de uma vez por todas que nem todas as pessoas estão dispostas a viver a mesma coisa que você, e que nem todo mundo é o grande Tim Maia que não queria dinheiro, só queria amar, amar, amar. Esse texto é pra você, que demorou para sair de uma relação, que está sem energia por ter tentado fazer aquilo dar certo, que não está com seu sorriso mais bonito por ter finalmente entendido que aquele amor, que aquela paixão chegou ao fim, como tudo um dia chega.
A grande verdade é que a vida não é um filme, onde em duas horas todas as coisas ruins acontecem, e as soluções também, onde sempre você acha a pessoa certa, a que vai passar todo o filme ao seu lado aos trancos e barrancos para no final vocês trocarem alianças, na vida real você pode passar muito tempo com aquele alguém, aos trancos e barrancos também, mas isso não vai ser garantia de um final feliz. Na vida as coisas não se resolvem em duas horas, na vida o grande amor normalmente muda, e a verdade é que as vezes o "personagem" que vai dizer "sim" no altar e fazer você viver seu sonho de amor nem está no script, nem no trailer apareceu. Então Keep Calm, e vai se amar.

7 comentários:

  1. Haha.. Sem mais ne. Melhor texto impossível.

    ResponderExcluir
  2. Amar quando você se prioriza, é maravilhoso, cada um faz o que gosta e os dois fazem o que pretendem juntos.. Mas ...a gente sempre erra, não é? Mas um dia a gente aprende. Porquê sempre queremos a pessoa errada? Como saber quem é "aquela" pessoa, a que corresponderá a nossa paixão?

    ResponderExcluir
  3. Seu talento é sensacional. Toca fundo.

    ResponderExcluir
  4. Meu querido,ontem quando conversamos,eu senti que vinha um texto assim...sobre o amor.Aquele amor,que dói,aquele amor que sabemos que não é o "certo"...amor verdadeiro não maltrada o coração,mas como saber né??Bem,o que dizer sobre o amor???já dissestes tudo,e o mais imporatnte...amar a si próprio,se valorizar,ser egoista sim,em relação a SE AMAR!!!Obrigada querido,amei,amei...e pode ter certeza,vamos amar,amar...e ser felizes.Mil beijos no teu coração,Lalinha.

    ResponderExcluir
  5. Lembra sempre, uma relação só pode ser completa quando ela vem para somar na nossa vida! Se subtrair não faz bem para nenhum dos lados, isso acaba gerando cobranças, medos e desgastes desnecessários. Se somar o que tu tem de bom ao que o outro também tem de bom, equilibra e gera felicidade. Temos que trabalhar a capacidade de amar a si sempre, e ao outro sem perder nossa essência e foco, para que juntos possamos construir!! Beijo, te amo!!

    ResponderExcluir
  6. Texto lindo e palavras de quem já viveu essa situação, sempre é bom lembrar que devemos nos amar em 1° lugar! Lindo amigo, muito lindo mesmo.

    ResponderExcluir