f Adeus, verde.: Faltou Força

19 de mar de 2014

Faltou Força


Descobri o que está acontecendo, cheguei no motivo de tanta confusão, de tanta insatisfação, de tanta angústia e sentimentos ruins que andaram se tornando frequentes no último mês. Acreditem, mas quem está escrevendo agora esse texto é o mesmo cara que escreveu os outros 78 desse Blog, o mesmo garoto que passou por toda essa barra que é lutar contra um Câncer, que é lutar por sua sobrevivência. Hoje estou fraco e bastante perdido, e não estou fraco por ter passado por uma semana intensa de Quimioterapia, e muito menos perdido por não saber se vou conseguir vencer aquela doença. Eu já venci, eu já passei por todas aquelas semanas que não tinham fim e que me tiravam a força, que me faziam chorar no colo da minha mãe e implorar pra ela para que acabassem logo. Hoje estou fraco porque me perdi no caminho, porque fazem apenas 4 meses que meu tratamento terminou e eu achei que poderia ter uma vida normal, que era apenas levantar da cama, sair correndo e começar a viver, assim sem olhar para os lados, sem olhar para trás. Acabei me perdendo, tropeçando em diversos defeitos que a Quimioterapia não conseguiu eliminar, coisas muito minhas, muito pessoais, e que não seria o Câncer que iria levar embora. 

Sou um jovem muito feliz e realizado por ter passado pelo que eu passei, por ter conseguido a vitória que tanta gente busca, por ter vencido uma luta que muitos perdem, mas, sou apenas um jovem, e como o subtitulo do meu Blog lembra, eu sou um jovem amadurecendo, em processo. As coisas andaram bem feias por aqui, pesadas, acabei ficando sem saber lidar com uma porção de coisas, acabei chegando na insatisfação de perceber como a minha vida estava estruturada, ou melhor, de como ela não estava estruturada. Eu perdi minhas forças, perante a nada, perante motivo nenhum, e todos a minha volta (família, namorado e amigos) não entenderam nada, não me reconheceram em nada, não admitiram que uma pessoa que mostrou tamanha força em um problema tão grande, hoje esteja enlouquecido e destruído por coisas tão pequenas. Confesso, que também não admito, que também sinto decepção, também acreditei que depois de curado a minha vida ia dar uma alavancada, que eu ia ser uma outra pessoa, mas, me desculpem, não é bem assim.
Precisei de muita força, de muita mesmo para passar por todas aquelas sessões de Quimio, para aguentar mais de 6 horas diárias de medicamentos fortíssimos direto na veia, precisei de muita força para ver meu cabelo cair cada dia mais, para ver meu rosto se transformar em outro, precisei de mais força ainda quando as reações começavam, quando eu passava o dia inteiro enjoado, ou vomitando, sem conseguir comer, sem conseguir me secar depois do banho, usei toda essa força para conseguir vencer, para conseguir estar com a minha família e amigos no dia do meu aniversário, para conseguir pegar um sol no pátio. Enfim, o que eu quero dizer é que gastei muita energia nisso tudo, gastei toda essa força para estar vivo hoje, então é claro que assim que levantei da cama após curado eu tropecei, eu cai, eu fraquejei, eu fiquei sem saber pra onde ir, pois eu estou fraco, ainda estou debilitado e processando tudo que eu passei, por mais que não pensasse mais nisso, que agisse como alguém que superou, só agora essa verdade bateu em mim, e é óbvio que não tenho energia para fazer um relacionamento dar certo, ou para traçar mil metas e conquistar todos os meus objetivos, ou para acabar com os meus velhos defeitos e colocar em prática tudo aquilo que aprendi com a doença. Calma. Calmem.

Eu preciso respirar, preciso me encontrar novamente, preciso criar uma nova força, para começar a construir a minha vida, para me tornar uma pessoa melhor e mais evoluída, minha bagagem está toda aqui comigo, eu tenho certeza disso, eu só preciso tirar tudo de dentro da mala, e começar de novo. E é exatamente isso que estou fazendo hoje, voltando para o meu Blog, que é a minha grande realização, voltando a me entender melhor, voltando a respirar mais aliviado, e principalmente indo em busca de uma ajuda psicológica, de um profissional que me ajude a entender os mil pensamentos de um jovem amadurecendo.
Desculpa a quem decepcionei, mas á vocês só posso pedir paciência, e garantir que logo, logo uma pessoa melhor e menos "verde" está chegando por aí.

6 comentários:

  1. Olá Felipe, não se sinta tão em falta com seu público. O melhor você já está fazendo e reconhecendo que falhou. Quem não deixa pessoas e coisas importantes de lado quando sem saber está passando por um momento de descrédito próprio?
    Até logo!

    ResponderExcluir
  2. Não faltou força coisa nenhuma! A força está aí dentro de você, tenho certeza! Você teve lições diárias de que a vida ia seguindo seu curso devagar, lentamente, passo a passo, minuto a minuto... então, essa sensação de que tudo viria de uma vez só é normal, é compreensível ...mas você bem sabe que não é assim...Tudo acontece no tempo certo e determinado por Deus. Então, meu garoto, ponha os pés no chão (naquela areinha como você gosta), respire fundo, erga a cabeça e comece a sua caminhada novamente. Você vai conseguir se encontrar de novo. Estamos torcendo por você, sempre! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Que bom meu querido,que estas de volta.Ao blog e à vida!Vai enfrente.procura ajuda psilológica sim...vais te encontrar com certeza,Saiba meu querido,não importa o que os outros pensam.O que realmente importa ,é o que pensamos,como estamos e como fucaremos.Vai,tens muita força sim...sei que vais conseguir te encontrar e superar os obstaculos da vida.Conta comigo,pra tudo,e se quiser,vamos pra praia,sentar na beira do mar,chorar,dar muitas risadas,muitos abraços.Te amo muito e acredito em ti.Mil beijos.Lalinha.

    ResponderExcluir
  4. Heey moço, deixa de querer fazer as coisas acontecerem rapidamente. Essa é a grassa, ver que tudo está caminhando bem e contemplar o tempo das coisas <3 Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Hei querido você voltou de mais uma jornada, só mais uma, você é o Felipe que venceu, como você mesmo disse, uma doença que muitos tentam. O que é isto? Todo o processo ainda está em andamento, um dia após o outro. Te entendo porque sou ansiosa também, mas nada como se dar conta que não é assim, e isto você já entendeu né.
    Te amamos.Diga sempre ESTOU VIVO.

    ResponderExcluir
  6. Ja vi muitos desistirem, e tao jovens. Tbm tinham muitas perguntas sem respostas e a mais frequente pergunta era: " porque comigo?" E se entregaram! Admiro essa sua força,e com todos seus quetionamentos,nao desistiu,superou os piores momentos!
    E venceu! Imagino o quanto é dificil,mas agora é enfrentar a fase de recuperaçao,que sem duvida sera mais uma vitoria! Espero ver mais historias mais de suas liçoes passadas,seu crescimento e tudo que tens para ensinar! Deus esteja contigo e abençoe vc e todos que estao a sua volta,que certamente foram essenciais nessa batalha,sao vitoriosos tbm.

    ResponderExcluir