f Adeus, verde.: A Gaiola

27 de fev de 2014

A Gaiola


Andei bem afastado eu sei. Pra ser sincero com vocês e comigo mesmo, andei bem afastado de mim, ou pelo menos do cara que eu imaginava me tornar. Depois da cura do meu Câncer, depois de seis meses trancado em casa, eu novamente pude sair para a vida, e acredito que desejei tanto sair, que saí rápido demais, com tanta sede por viver que acabei tropeçando em velhos defeitos, acabei atropelando algumas lições básicas que aprendi com essa doença.
Continuo graças a Deus curado, minhas sobrancelhas voltaram tão espessas e pretas como antes, meus cílios já estão longos e curvados, minha barba tenho que fazer toda semana, e o meu cabelo esta crescendo bastante e só agora começou a enrolar, exatamente como os meus pensamentos. Passei por bastante coisa, coisas que vocês acompanharam junto comigo aqui pelo Blog, passei por tudo isso, fui fundo a procura da minha força, da minha fé e da minha coragem, e hoje fico surpreso ao reparar que em alguns momentos eu consiga esquecer disso tudo. Posso confidenciar pra vocês que não é fácil mudar totalmente, não é fácil amadurecer do dia para a noite, arrancar aqueles defeitos que levamos a tanto tempo junto de nós. Eu realmente acreditei que passar por essa doença e por todo esse processo dolorido iria me transformar completamente em uma outra pessoa, mas, não funciona exatamente assim, tudo é um trabalho, é um dia depois do outro, são fichas que vão caindo aos poucos, conforme as situações vão aparecendo. É um trabalho diário, de mudança e de amadurecimento, percebi que eu estou todo dia dando Adeus, ao meu verde, é um eterno processo. 
Andei afastado do Blog pois fui viver o que a vida me apresentava, receber um novo amor em nossa vida requer um tempo de dedicação, como receber um hóspede, temos que gastar algum tempo dando uma geral na casa, e sendo atencioso a essa nova pessoa. E acredito que dando essa geral na casa, acabei esbarrando em muita coisa que precisava ser mudada, trocada ou simplesmente ir fora, pois não tem mais utilidade alguma. Estou cheio de coisas na cabeça e pensamentos que fervilham, pois sou um cara inquieto mesmo, que está sempre escarafunchando em suas opções e encarando seus medos, suas travas. Estou sempre procurando me entender, tentando entender meus sentimentos. 
Agora estou aqui novamente, buscando o que tenho de melhor, tentando mais uma vez resgatar tudo que aprendi ao longo dos últimos meses, acreditando que sou capaz sim de mudar coisas que parecem tão difíceis, estou disposto a peitar qualquer decisão que eu tenha que tomar, em nome da minha felicidade, em nome da minha paz. Sinto que minhas asas cresceram e que não posso mais continuar nessa pequena gaiola, ela já está velha e apertada demais. Preciso me soltar, e voar. Ser uma pessoa melhor.

3 comentários:

  1. Olá Lipe ainda posso te chamar assim né. Bem fico feliz por ter voltado. Me peguei um dia pensando se havia desistido de escrever, pensei que havia deixado de querer viver a niva vida que ansiava tanto ter. Mas fico feliz mesmo. Uma coisa possi te dizer com toda certeza e por já ter passado por uma metamorfose na minha vida, não é fácil mudar certos hábitos adquiridos no decorrer da vida, requer algum esforço e força de vontade de mudar. Como disse um dia após outro. Pra quem é um tanto umediatista é complicado, parece que tudo vai acontecer como imaginamos, mas não é bem assim. Rsrs. Nada é impossível e você sabe como ninguém não é? Enfim é isto. Bj querido. Vou segredar à você que comentei com uma amiga que aquele rapaz lindi havia deixado o blog, não o encontrava mais no face e ela me disse, pois também lê seu blog. Nossa será que aconteceu algo com ele? Isto é para que você saiba que há muitas pessoas que te amam de verdade viu. Lindo

    ResponderExcluir
  2. " SABER LUTAR E NUNCA DESISTIR É UM DOM DE DEUS...E VOCÊ MAIS DO QUE NINGUÉM CONSEGUIU..."

    ResponderExcluir
  3. Lipe, espero que esteja bem, tentando superar a cada dia. Deixo aqui meu recadinho, Tô com saudades.Ro/SP

    ResponderExcluir