f Adeus, verde.: Cicatrize

1 de nov de 2013

Cicatrize


Procuramos sempre ser evoluídos. Acredito que estamos aqui justamente para isso. Para aprender. Mas, não podemos negar nossos sentimentos, não podemos fechar os olhos para as coisas do coração. Aprendi a respeitar os meus sentidos, aprendi a respeitar o tempo que levo para digerir as coisas, acredito em um tempo muito particular, um tempo seu, de acordo com suas vivências, de acordo com suas verdades, e quanto a isso ninguém pode lutar, nem mesmo você. Aprenda a respeitar esse tempo, a respeitar suas vontades, a respeitar seus sentidos, seu sexto sentido. Entendi de uma vez por todas, que por mais evoluído que eu procure ser, tem coisas que pelo menos por enquanto, não podem ser de outro jeito, eu estaria indo contra meu coração. Por isso, não posso te aceitar agora, não quero aceitar agora, não posso restabelecer uma conexão, forçar uma nova ligação, essas coisas não funcionam sob pressão. Demorei, mas aprendi que existem feridas que não podem simplesmente levar pontos, serem fechadas na marra, na hora que você resolve fazer isso, tem feridas que precisam ser cuidadas todos os dias, lavadas e medicadas, ou só precisam ser esquecidas, deixadas, literalmente curadas e fechadas com o tempo, não aquele tempo de calendário, de relógio, esse tempo não vale nada para esse tipo de coisa, o que essas feridas precisam é do seu tempo, do tempo sentimental, é o coração quem cuida disso.
Mágoa não é boa, não faz bem, e todo mundo sabe disso, mas, ter alguma mágoa não te faz pequeno, não te faz menor que ninguém, se você tem mágoas, é porque você tem sentimentos, e provavelmente sentimentos que foram feridos, machucados por alguém, e quanto a isso meu caro, não se pode fazer nada, apenas esperar, esperar aquele tempo que relatei lá atrás. Não se envergonhe de suas mágoas, de suas feridas ainda abertas, repito, isso não te diminui, não te inferioriza. Absolutamente não luto mais contra os meus sentimentos, contra a minha essência, observo o que ainda não foi cicatrizado dentro de mim, e trabalho para isso melhorar, para eu melhorar, mas, sem apressar nada. Posso te perdoar, e se achar a palavra perdão muito forte, eu uso desculpar, o perdão e a desculpa acontecem naturalmente, em uma terça-feira ensolarada, ou em quinta-feira parada, não sei, elas simplesmente acontecem, é natural, é humano, e não podemos esquecer que são somente palavras. A tua ação, ou tuas ações em algum momento machucaram, foi contra meus princípios, foi contra o que eu quero pra mim, foi contra a gente. E, hoje, principalmente hoje, nesse meu novo momento, é contrário a tudo que eu aprendi, a tudo que eu desejo para a minha vida, então, não posso te aceitar, não quero aceitar, não vejo conexão, e não acredito em uma nova ligação. Isso é a forma que encontrei de me respeitar, de respeitar as feridas que foram feitas algum dia, e que hoje estão sendo cicatrizadas. Não se pode atravessar uma vida imune, sem se machucar, e sem ser o causador da mágoa de outras pessoas, os motivos e as oportunidades para isso acontecer, estão aos montes, soltas por aí, as vezes nem mesmo podemos evitar. Aos que magoei, quando percebi que era sincero, usei a desculpa, ou até mesmo o perdão, e nunca me envergonhei disso, depois disso, eu simplesmente me afastei, tirei o meu time de campo, dei o espaço que acho necessário, um 
espaço para a pessoa respirar, e começar a tratar a ferida que eu deixei, isso é respeito, isso é amar aquela pessoa que por alguma ação minha, foi machucada. O tempo que esse tratamento vai precisar, o tempo que o perdão vai levar para chegar até você, bom, meu caro, isso nunca saberemos imediatamente, se em uma terça-feira parada, ou em uma quinta-feira ensolarada, quem vai saber? Faça sua parte. Respeite o tempo dela. Respeite o seu tempo.

3 comentários:

  1. Oi, Felipe! Hoje seu texto está tão, tão .. tâo enigmático! Enigmático e encantador, como sempre. Lendo seu texto, minha mente foi vasculhar numa de suas gavetinhas musicais os versos da canção "Iluminados" de Ivan Lins... Não sei se você conhece, mas... olha só:

    O amor tem feito coisas
    Que até mesmo Deus duvida
    Já curou desenganados
    Já fechou tanta ferida

    O amor junta os pedaços
    Quando um coração se quebra
    Mesmo que seja de aço
    Mesmo que seja de pedra

    Fica tão cicatrizado
    Que ninguém diz que é colado ...

    Beijos e um ótimo dia pra vc!

    ResponderExcluir
  2. Oii meu amoor!!! Muitas saudades de ti.. Se cuida e fica beem!! Papai tá com voc! ^^ Grande beeijoo....

    ResponderExcluir
  3. Oi! Me sinto dessa forma. Esperar esse tempo. Boa sorte!!!

    ResponderExcluir