f Adeus, verde.: Apaixonado

2 de out de 2013

Apaixonado


Ter um relacionamento já maduro, que tenha passado pelas provações do tempo, e que esteja firme, é sim muito bom, sem dúvida. Mas, o que seriamos sem o começo disso tudo? sem aquele começo imaturo, cheio de dúvidas, mas porém cheio de paixão, de fogo, de vontades. 
Quer coisa mais empolgante que um começo de paixão? Aquela pessoa está ali na sua frente, toda nova, cheio de histórias que você ainda não conhece, cheio de convicções diferentes das suas, com aquele olhar que você nunca viu antes, mas que você descobre, desvenda, desbrava. Cada piscada, cada olhada pro lado enquanto a conversa de vocês acontece, tudo entre aqueles dois é observado, tem atenção, tem tesão, tem tensão. As palavras são sempre ouvidas, e depois são analisadas meticulosamente mais tarde, depois que o jantar acabar, depois que vocês voltarem do cinema, do parque, do teatro, do shopping, de qualquer lugar, por que no começo, ambiente não importa, vocês estarem juntos sempre basta, é suficiente, é demais. Vocês não precisam de muito, aliás, não precisam de nada. Um vinho e uma coberta é o suficiente para fazer a noite virar, para verem amanhecer, tem assunto, tem a vontade louca de saber mais, de querer mais.
Paixão é encantamento, é te deixar bobo mesmo, leve, sorrindo por nada, abobalhado por estar apaixonado. Qualquer gesto é único, tem uma importância exclusiva, seja um bombom deixado do lado da cama, ou uma mensagem as 15:38 da tarde, só pra avisar que lembrou de você, que queria estar com você. E, o melhor de tudo é seu estômago acompanhar tudo isso, aquele frio na barriga cada vez que o celular vibra, que o carro estaciona na frente da sua casa, que vocês mais uma vez se olham, se encontram. É apaixonado que vocês esquecem o mundo, esquecem a guerra, esquecem a fome, a desigualdade social, a politica, a vizinha, o cachorro da vizinha, nada importa, aqueles dois criaram um mundo só deles, e está funcionando, está dando certo. Falam de tudo, de suas experiências, do ano novo de 99, de 2000, 2001, do carnaval de 2006, 2007, de seus porres, de seus amigos, de seus sonhos, conversam até sobre seus medos, suas vontades, seus desejos, depois eles transam, transam e transam de novo, tá aí outra coisa quase impossível de segurar, o tesão, o desejo que sempre explode, não tem hora, não tem lugar certo, noites em que o sono é a última coisa a se pensar. Estar apaixonado, é estar interessado, ligado a outra pessoa, esse inicio tem que ser vivido, tem que ser saboreado, esse inicio aceita erros, aceita defeitos, aceito até os medos, é compreensível, apaixonados se entendem, se completam na maluquice que é viver isso, e tem muita graça nesse sentimento, tem muito o que explorar, ter a oportunidade de conhecer a outra pessoa, de dividir momentos leves, engraçados, despachados, únicos, isso é viver uma paixão, dar a oportunidade, e depois ver no que aquilo vai se tornar. Que se torne inteiro, que se torne maduro, que não deixe de ser verdadeiro. A quem está apaixonado, um brinde.

16 comentários:

  1. MEU AMOR!!!!SIMPLESMENTE LINDO...MARAVILHOSO!!!!!COLOCASTES AQUI,O QUE RELAMENTE OS APAIXONADOS SENTEM.UM BRINDE SIM!!!!À VIDA,AO AMOR,À NOITE,AO AMANHECER...ENFIM UM BRINDE À NÓS,APAIXONADOS PELA VIDA,APAIXONADOS POR SE APAIXONAR!!!BEIJOS,TE AMO.Lalinha.

    ResponderExcluir
  2. voltei a 25 anos atrás, quando conheci meu marido. Parabéns pelo lindo texto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que delicia que retornou a suas lembranças

      Excluir
  3. Ah meu querido Neno, me encantas cada vez mais, e tu tão jovem falas de amor com tanta propriedade e com tanta sabedoria, com simplicidade que nos torna cada vez mais ávidos pela leitura de teus textos, o que dizer? Sem palavras querido, escreva mais muito mais , compile tudo e depois lance o livro, quero ser o primeiro de sua noite de autógrafos, e dizer orgulhoso o autor dessa obra é meu sobrinho e afilhado, então mãos à obra, e bora lá meu escritor e filósofo, não vou descansar enquanto não ver essa obra pronta hein!!!!!! ah já ia esquecendo, esse dindo aqui te ama e sempre te amou e amará, viu? Beijos do dindo!

    ResponderExcluir
  4. Poxa, eu nem gostei desde texto ... eu amei! O amor é mesmo lindo! Dessa vez o seu fã clube vai triplicar, por isso manda logo minha carteirinha ... já cheguei aqui há alguns dias ... vc lembra? Kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha, eu diria que a carteirinha numero 1 é sua com certeza! Brigado Ildete

      Excluir
  5. Ai! Ai! (longo suspiro..........rs) Estou sentindo tudo isto e muito mais..............tô xonada por ocê.........menino lindo, sábio, filósofo, cheio de encantos, de vida, de amor, de fé................Será que sua mamãe me emprestaria você por uns tempos? heheheheheehehehhe................Já o considero meu filho do coração! Beijo grande e que Deus continue iluminando seu caminho...........Regina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Re hahaha, que delicia falar de paixão, né? que bom que você gostou do texto. Muito obrigado

      Excluir
  6. Felipe,com doçura vc disse tudo.Bom domingo.

    ResponderExcluir
  7. Delícia falar de paixão,e nem precisa ser por uma pessoa.pode ser por uma ideia,um lugar,um personagem,um exemplo,paixão pela vida.

    ResponderExcluir
  8. Gostei do texto. Ele retratou exatamente o que acontece com os casais quando estão entorpecidos pela paixão.
    Lendo o texto, revivi esses momentos e fiquei até excitado.....rsrsrsrsrsr.

    ResponderExcluir